a vitória de Fama seria, certamente, uma vitória contra o keynesianismo que invadiu o debate público em certos sectores. E isso só podia ser uma coisa boa, certo?

Mal posso esperar, estou farto de ouvir falar no Paul Krugman.
António de Almeida a 8 de Outubro de 2009 às 14:18