Caro Zé de Portugal,

Veja lá se este texto que em tempos escrevi em resposta a um outro do Henrique Raposo, ajuda a esclarecer o que pretendi dizer:

http://arquivoblasfemias10.wordp...o-que-se-casou/

Saudações,

RA
rui a. a 28 de Agosto de 2009 às 18:15

Não me parece que o 2º texto, para o qual me remete, esclareça a sua argumentação sobre ética, a que me oponho, no seu 1º texto onde faz a defesa de Paulo Rangel; não obstante concordar com muito do que ali escreve.

A minha oposição é apenas relativa às suas afirmações sobre ética na política. Não concordo de maneira nenhuma que a ética seja apenas "uma disciplina eminentemente individual" como afirma, mas ao contrário considero que é uma disciplina eminentemente social (usando a sua formulação), pois está ou deve estar subjacente a todas as normas da sociedade.

Estou equivocado ao pensar que os liberais defendem que "o que é bom para o indivíduo, é bom para a sociedade"?
zedeportugal a 28 de Agosto de 2009 às 23:30

perfeitamente de acordo... eu só acrescentaria ue é por este motivo que é um disparate votar no "mal menor"... queira-se ou não é sempre votar num mal...
caodeguarda a 29 de Agosto de 2009 às 09:09