Muito bem apanhado.
zedeportugal a 8 de Setembro de 2009 às 02:03

Típico problema de consumo que o MARKETING, neste caso o M. Político, ajuda a ultrapassar!
Ora, o P$ fabricou um "produto" e tal como acontece com qualquer outro produto, desde a sua idealização, fabrico, até chegar ao consumidor final, há todo um processo de Marketing, com toda a propaganda (publicidade para os restantes produtos) envolvente que mais não é do que uma espécie de lubrificante na complexa maquinaria/engrenagem da comunicação.
Convém também não esquecer que a propaganda é o último estágio do dito processo, pois muito antes já foi recolhida toda uma panóplia de informações acerca do consumidor final, por ex.: quem é o potencial comprador; seus hábitos; anseios; expectativas, a que classe social pertence, etc... depois, é só colocar o candidato dentro diante dos resultados obtidos e adaptar o discurso, a imagem, etc..., com a ajuda da propaganda e da imprensa, não menosprezando também a própria estratégia dos adversários.
Creio que a máquina de M.P. do P$ está mesmo muito bem oleada. Resta apenas saber se o consumidor final mudou, ou não, de expectativas.
Céptica a 8 de Setembro de 2009 às 02:37