"Língua comum" só se for a dele. Unidade histórica e cultural da mente mentecapta de quem nada sabe de história e se equivoca com o "cultural". Quanto às "Infra-estruturas de tranporte", em nada me oponho se for o Sr. Lino a pagá-las do bolso deles, já que tão entusiasmado está com o projecto de dimensão ibérica.
P.F. a 16 de Setembro de 2009 às 12:45